São Sepé estuda Programa de Aquecimento da Economia Local

A partir do cadastramento de pessoas vulneráveis pelo Escritório da Cidadania e de empresas locais pelo Escritório do Desenvolvimento, a Prefeitura Municipal de São Sepé pretende criar o Programa Municipal de Aquecimento da Economia Local. A proposta, apresentada em 2020 pelos vereadores Tavinho Gazen e Zilca Camargo e pelo ex-vereador Lauro Ouriques e o atual secretário Paulo Nunes, vai ser reconfigurada para atender a população que enfrenta dificuldades com o desemprego e desaquecimento da economia gerado pela pandemia.
Na tarde de quinta-feira, dia 7, o Prefeito, João Luiz Vargas, e o Secretário Adjunto de Desenvolvimento, Leandro Gonçalves, participaram de uma reunião com o Secretário de Governança e Enfrentamento à Pandemia do município de Canoas, Felipe Martini, que coordena o trabalho naquela cidade da região metropolitana.
O modelo que será apresentado na Câmara de Vereadores terá dois eixos: pessoas físicas e empresas, abrindo linhas de microcrédito às empresas e fomentando a compra de produtos alimentícios nos pequenos comércios locais. Será gerada um auxílio extraordinário, aos moldes do Auxílio Emergencial do Governo Federal que deverá ser pago em forma de bolsa para pessoas que participem de cursos de aperfeiçoamento e cumprimento de tarefas como capina, limpeza e roçada. Em 2002 o município de São Sepé já havia criado uma política pública semelhante, denominado “Novos Caminhos”. Os recursos da bolsa poderão ser utilizados apenas em compras de alimentos no comércio local. Segundo o secretário Felipe Martini, a lógica deste projeto é interessante: “São Sepé vai aderir esta inovação, de fazer com que a comunidade carente participe do aquecimento do comércio local. E a prefeitura não dará o peixe, pois a bolsa será um incentivo para que participe de algum curso de aperfeiçoamento e possa colaborar com atividades práticas de capina, limpeza e varrição”, comenta.
Conforme o Secretário Adjunto de Desenvolvimento, Leandro Gonçalves, o programa será elaborado em conjunto entre os Escritórios de Desenvolvimento e da Cidadania. “Esse será um programa transversal, com participação de diferentes setores da administração. Queremos abrir uma linha de microcrédito para pequenas empresas e auxiliar na segurança alimentar das pessoas vulneráveis, nesse momento atípico de pandemia”, disse Leandro.
O recurso para o financiamento do programa deverá ser gerado da remuneração pelas aquisições, por parte do Grupo CEEE, das ações que o município de São Sepé tem com a companhia. A proposta é explicada pelo Prefeito João Luiz: “Esse investimento, com a cobertura de juros dos microcréditos ou concessão de auxílio extraordinário para pessoas vulneráveis, não foi dimensionado no orçamento elaborado no ano passado. Nossa ideia é trazer dinheiro novo, por isso pensamos no recurso disponível na venda das ações da CEEE, que vem depreciando no passar dos anos”, concluiu João Luiz.
Na tarde de quinta, além da reunião com o Secretário de Governança e Enfrentamento à Pandemia do município de Canoas, a comitiva sepeense foi também na CEEE para verificar, junto com o Diretor Administrativo do Grupo CEEE, Lúcio de Prado Nunes, a disponibilidade e a forma de resgate das ações que o município tem na companhia.

São Sepé firma parceria do CanoasTec

Na manhã desta sexta-feira, dia 8, o prefeito de São Sepé João Luiz Vargas, acompanhado da vereadora Zilca Camargo, dos titulares do Escritório de Desenvolvimento Alisson Bagolin e Leandro Gonçalves, do assessor Claudiocir Ferreira, estiverem na Fundação CanoasTec, no Município de Canoas, para firmar parceria na utilização de softwares desenvolvidos pela entidade. O convênio oportuniza a cedência de aplicativos e ferramentas tecnológicas.
O superintendente executivo do CanoasTec, Mario Cardoso, apresentou alguns aplicativos já em utilização, entre eles o “Banco de Oportunidades”, para busca de vagas de trabalho. Esse aplicativo será customizado para a realidade local e já deve disponível para a Prefeitura de São Sepé até dia 15 de março. O CanoasTec fará a cedência da tecnologia e assessoria de implantação sem custo. Este tipo de parceria com município é uma das metas do presidente do órgão, José Eduardo Bueno. “Colocaremos o expertise técnico à disposição dos municípios, pois o investimento de desenvolvimento deste aplicativo já foi amortizado”, disse Bueno.
A vereadora Zilca Camargo entende que esse software ajudará as pessoas que buscam oportunidades de trabalho. “Facilitar a procura de empregos é uma boa política pública”, conforme a vereadora.
O superintendente Mario Cardoso e o secretário Alisson Bagolin definiram um prazo de 50 dias para que o aplicativo esteja implantado. “São Sepé é o primeiro município a fazer o convênio nesse ano e o Banco de Oportunidades deve estar disponível já em março”, conclui Cardoso.

Programa Prefeitura Presente atende cerca de 50 pessoas do Bairro Kurtz

O bairro Kurtz recebeu na manhã deste sábado, 9 de janeiro, a 2º edição do projeto Prefeitura Presente. Na ocasião, o Prefeito Municipal, João Luiz Vargas; o Vice-Prefeito, Fernando Vasconcellos, secretários e vereadores estiveram presentes ouvindo a comunidade. Os moradores fizeram sugestões de melhorias e ações necessárias para o bairro. A atividade que iniciou às 10h atendeu aproximadamente 50 pessoas. Entre as reivindicações, a maior demanda dos moradores é pela melhoria da praça do bairro.
LIMPEZA DA PRAÇA
As maiores solicitações da comunidade são para a limpeza da praça, conserto dos brinquedos e quadra de esportes e para uma melhor iluminação do local. De acordo com os moradores, poucos postes possuem lâmpadas, o que deixa o espaço muito escuro e perigoso após as 19h.
A Secretaria de Obras esteve presente no evento e se prontificou a iniciar a limpeza na próxima semana. Diversas pessoas da comunidade se prontificaram a fazer mutirões para plantar flores e manter a praça conservada.
PRÓXIMO ENCONTRO
Dando sequência ao programa, no próximo sábado, 16 de janeiro, o encontro ocorrerá na Praça do Bairro Lôndero. Todos os protocolos sanitários de prevenção à COVID-19 serão aplicados, obrigatoriamente, nos encontros.
     

Equipe da Secretaria de Obras continua limpeza na cidade

Na manhã de sábado, 9 de janeiro, a administração municipal esteve na praça do Bairro Kurtz, através do programa Prefeitura Presente, onde recebeu diversos pedidos de limpeza para o local. Atendendo a demanda da comunidade na manhã desta segunda-feira, 11 de janeiro, a Secretaria de Obras já iniciou o trabalho de recuperação e conservação da praça.
No local, foi realizado o corte de grama, poda e separação do lixo. No decorrer dos dias, também será trabalhado em cima da iluminação do local e na quadra de esportes.
A equipe da secretaria também esteve no bairro São Francisco, onde realizou a limpeza das ruas, bueiros e patrolamento das vias. Os trabalhos no local seguirão até a terça-feira, 12.
 
 
 
 

Secretaria de Obras trabalha no abastecimento de água do Tupanci

A chuva da última terça-feira, 5 de janeiro, causou estragos nas estradas do interior. Em uma reunião na Secretaria de Obras, na manhã desta quarta-feira, 6, Clecio Pigatto, apresentou a realidade da rodovia que liga a cidade a comunidade do Tupanci. O encontro aconteceu com o Prefeito Municipal, João Luiz Vargas, que exerce a função de Secretário de Obras do município, juntamente com o Leopoldo Farias e Valmor Weirich.
Na ocasião, foram entregues 6.100 metros de canos de PVC de 40mm, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que serão usados para a conclusão da obra de abastecimento de água da comunidade, iniciada pela administração anterior. Após o termino da aplicação da rede, diversas famílias deixarão de enfrentar dificuldades pela falta de água.
De acordo com João Luiz, a secretaria tem o desejo de seguir com todos os programas iniciados pela administração anterior. A obra deverá ser concluída nos próximos dias.

BANDEIRA LARANJA: Decreto adota Sistema de Cogestão Regional com a aplicação de protocolos da bandeira “amarela”

Após reunião na Secretaria de Saúde, a administração municipal de São Sepé decidiu na tarde desta quarta-feira, 6 de janeiro, por dois decretos relacionados ao enfrentamento da pandemia no Município. Um deles reitera a situação de estado de calamidade pública e cria o Comitê de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus – CEP Covid 19; e o segundo reitera o Sistema de Distanciamento Controlado e adota o Sistema de Cogestão Regional.
O Decreto nº 4.167/2021 institui o CEP Covid 19 e prevê a participação de diversos setores, além dos representantes da Administração Municipal, serão convidados técnicos e representantes dos segmentos de bares e restaurante, da Associação Beneficente Hospital Santo Antônio, do Sindicato dos Lojistas de São Sepé/RS, da Brigada Militar e Representante da Vigilância Epidemiológica.
Já o Decreto nº 4.169/2021, traz previsões de flexibilizações e também de restrições, atendendo à realidade do Município, com a adoção de medidas tanto da bandeira “amarela”, quanto da bandeira “laranja”, o que caracteriza o Sistema de Cogestão.
ENTENDA O SISTEMA DE COGESTÃO REGIONAL
Os Municípios que optarem por não seguirem as determinações dos protocolos da bandeira estipulada pelo Estado, podem aderir ao Sistema de Cogestão Regional, desde que atendidas as deliberações da Associação de Gestão Compartilhada de Prevenção e Enfrentamento ao Covid-19 da Região R1 e R2 – AMCENTRO – região em que está enquadrado o Município de São Sepé.
Com a adoção do referido sistema, é possível que o Município, por meio de Decreto, determine protocolos da bandeira imediatamente anterior, nesse caso, a bandeira “amarela”, considerando que a região que inclui São Sepé encontra-se em bandeira “laranja”. Basicamente, o Decreto flexibiliza horários de funcionamento de estabelecimentos como bares, restaurantes e serviços essenciais, a fim de evitar aglomerações, ao passo que proíbe festas, confraternizações ou a colocação de música ao vivo em estabelecimentos, como medida de equilíbrio entre as determinações, a fim de adequar à realidade da cidade, tanto na esfera social, quanto econômica.
O decreto passa a viger a partir desta quarta-feira, 6 de janeiro.
O QUE MUDA COM O DECRETO
Com a adoção das medidas do sistema de Cogestão Regional, fica definido que:
– Restaurantes, bares, lancherias, trailers, carros de lanche, padarias, lanchonetes, sorveterias e pizzarias – atividades privadas do ramo da alimentação – poderão funcionar das 07h às 00h para ingresso de clientes para consumo no local; até às 1h para a conclusão dos atendimentos e do consumo, no interior do estabelecimento; e das 07h às 2h para atividade de “Delivery” e “pegue e leve”; com limite máximo de ocupação de até 4 pessoas por mesa, respeitando o distanciamento de 2 metros entre as mesas.
– Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços de itens não essenciais, poderão funcionar com atendimento presencial das 08h30min às 18h30min.
– Lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas deverão funcionar apenas no horário das 08h às 01h, vedada a utilização de mesas ou quaisquer espaços de consumo no local, sendo de responsabilidade dos estabelecimentos prever e manter medidas para inibir e dissipar eventuais permanências de clientes em consumo no local, podendo funcionar apenas no sistema “Delivery” e/ou “pegue e leve”.
– Poderão funcionar os serviços de atividade física, academias, estúdios, centros de treinamento públicos e privados (ao ar livre), vedada a realização de campeonatos, festas ou eventos no local; no horário das 07h às 00h (meia noite). Quanto às academias, fica obrigatório o uso de máscara de proteção, cobrindo boca e nariz e a higienização de todos os aparelhos com álcool 70% após o uso pessoal de cada aluno.
– Serviços essenciais, tais como fornecedores de alimentos, farmácias, clínicas de atendimento na área da saúde, mercados, mercearias, postos de combustíveis, agropecuárias, bancos e lotéricas, fica estabelecido o horário de funcionamento normal.
– Fica vedada a colocação de música ao vivo em quaisquer dos estabelecimentos acima mencionados, seja privado ou público. Fica proibida a realização de festas ou confraternizações em estabelecimentos privados, sejam eles fechados ou ao ar livre.
Para o Prefeito Municipal, João Luiz Vargas, o Decreto que adota o Sistema de Cogestão tem o intuito de estabelecer medidas de equilíbrio entre as determinações, a fim de adequar-se à realidade da cidade, tanto na esfera social, quanto econômica. “A pandemia ainda existe e devemos cumprir com todos os protocolos sanitários, como uso de máscara, utilização de álcool para higienização das mãos e distanciamento social, na medida do possível. Temos um compromisso com a sociedade como um todo, por isso decidimos voltar a adotar o Sistema de Cogestão, a fim de observar como será na prática”, destacou.
Conforme ele, flexibilizar ou restringir é um processo, no qual é possível equilibrar a proteção à vida com o funcionamento das atividades da economia. “Queremos nos ver livre do vírus o quanto antes. Nosso objetivo é não radicalizar, nem para um lado, nem para o outro”, concluiu.

2º edição do programa Prefeitura Presente será realizado no Bairro Kurtz

A Prefeitura Municipal de São Sepé estará das 10h às 12h da manhã do próximo sábado, 9 de janeiro, na Praça do Bairro Kurtz. Na ocasião, os moradores poderão expor as necessidades do bairro e levar sugestões diretamente às autoridades municipais.
Estarão presentes: o Prefeito, João Luiz Vargas; o Vice-Prefeito, Fernando Vasconcellos e secretários e vereadores do município. O programa Prefeitura Presente foi criado pela gestão municipal, visando uma comunicação direta da prefeitura com a população.
Todos os protocolos sanitários de prevenção à COVID-19 serão aplicados, obrigatoriamente, nos encontros.

Prefeitura de São Sepé decreta luto oficial de três dias após morte de Tarso Teixeira

O Poder Executivo Municipal de São Sepé decretou luto oficial de três dias em razão da morte do sepeense Tarso Teixeira. Tarso, é um dos líderes rurais mais influentes do Estado do Rio Grande do Sul, estava internado desde o começo de dezembro do ano passado, vítima de complicações decorrentes do Covid-19. O Sepeense morreu na madrugada desta segunda-feira, 4.

Superintendente do Incra no Rio Grande do Sul e vice-presidente da Farsul, tinha 69 anos e deixa esposa, três filhos e dois netos. Nascido em São Sepé em 17 de outubro de 1951, filho de Olga Simões Pires Teixeira e João Nepomuceno Teixeira, que por vinte anos foi presidente do sindicato rural daquele município. Médico veterinário formado pela Universidade Federal de Pelotas em 1975, co-gestor da Fazenda Boa Vista em São Sepé e técnico aposentado da Secretaria de Agricultura do Estado. Foi diretor industrial da Cooperativa Rural Gabrielense (Corugal) e da Cooperativa de Carnes Rio Vacacaí (Cooriva), empresa que foi proprietária da atual planta do Marfrig Group em São Gabriel.
A bandeira do município também deve ficar hasteada a meio mastro.

Prefeitura decreta contenção imediata de gastos

O ano de 2020 foi excepcional, onde todos precisaram definir novas prioridades. Pensando na expectativa de queda de receita e de arrecadação dos municípios e na situação excepcional de pandemia, o prefeito e vice-prefeito de São Sepé, João Luiz Vargas e Fernando Vasconcellos, através da Secretaria Municipal de Administração, decretaram na manhã desta segunda-feira, 04 de janeiro, medidas imediatas de contenção de gastos, racionalização administrativa e contingenciamento orçamentário. Para isso, foi criado o Comitê Estratégico de Gestão para criação de medidas emergenciais e acompanhamento de gastos.
O Comitê tem como objetivo centralizar o acompanhamento das despesas públicas, estabelecendo diretrizes para a adoção de medidas necessárias à racionalização e otimização dos gastos dos órgãos e das entidades administrativas. O mesmo será composto por cinco membros; sendo o Prefeito João Luiz Vargas e o Secretário Municipal de Administração Gabriel Pacheco Leão, e outros três servidores nomeados por Portaria. O grupo será responsável por acompanhar, analisar, orientar, monitorar e deliberar a programação das despesas de custeios e recursos a serem liberados. Caberá a cada secretário, das diferentes pastas, tomar medidas imediatas visando intensificar a contenção das despesas, como racionamento de energia elétrica, água, telefone, combustível, diárias e horas extras. Este decreto oportuniza a cada órgão da Administração Municipal indicar quais setores têm carência e quais têm excesso de pessoal, redesenhando fluxos e indicando corretamente cada atribuição. Em até 20 dias serão indicadas quais as despesas impostergáveis, e em 90 dias serão apresentados os primeiros desenhos que comporão a segunda fase da Reforma Administrativa do município. A primeira fase deve ser apresentada este mês à Câmara de Vereadores, nos moldes do que já foi divulgado na imprensa, com as alterações necessárias para a nova configuração do Governo Municipal, que extingue Secretarias e cria Escritórios de Gestão.
O Decreto foi apresentado para os servidores municipais em um ato realizado na Prefeitura Municipal e entregue para os Vereadores, na manhã desta segunda-feira. O encontro também contou com a presença do Padre Gerson Gonçalves, que em sua oração, desejou um ano de 2021 cheio de conquistas. De acordo com o Secretário Gabriel Pacheco Leão, o Comitê será essencial para avaliar os custos e despesas da Prefeitura, e dessa forma, conseguir honrar o pagamento de servidores e fornecedores, além de executar as ações propostas pela Administração Municipal.

Equipe realiza limpeza na Praça das Mercês

 
A manhã desta segunda-feira, 4 de janeiro, iniciou com a roçada, capina, poda e separação do lixo reciclável da Praça das Mercês, no centro da cidade. O trabalho foi realizado pela Prefeitura Municipal de São Sepé, através da Secretaria de Obras e em parceria com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.
Os trabalhos de recuperação e conservação das praças municipais e do parque ambiental Galeno Santos Motta fazem parte do planejamento de limpeza das áreas de lazer do município, e continuarão sendo executados no decorrer dos próximos dias.
Segundo Pedro Renato Silveira, secretário adjunto da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, a revitalização de espaços públicos, a limpeza e a manutenção fazem parte das prioridades imediatas da administração. “É uma demanda da comunidade e uma necessidade para o bem estar de todos. Outras ações virão.”, destacou.
 
 
 

Fonte: A. I. Prefeitura Municipal