Noite de estreia na 6° Copa São Sepé de Futsal

Oito times entram em quadra na noite desta segunda-feira, 27 de setembro, para a primeira rodada da Copa São Sepé de Futsal, que neste ano, irá homenagear o sepeense Jorge Alexandre Silva Freitas, popularmente conhecido como Gordão. Os jogos acontecem no Ginásio Municipal Nery Bueno Lopes, a partir das 19h.

A copinha é uma realização da Prefeitura Municipal de São Sepé, através da Assessoria de Esportes do município.

Jogam nesta primeira rodada: São Francisco x Fenerbahçe (19h), Pedreira x DNA (20h); União Cohab x Peñarol (21h); Morro da Seringueira x Camarões (22h).

TORCIDA

Conforme protocolos de prevenção ao Covid-19, as torcidas poderão assistir aos jogos ocupando 40% das cadeiras – o que dá um total de 300 lugares – desses, 20 ingressos serão disponibilizados para cada equipe retirar antecipadamente no Ginásio de Esportes (das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30). Cada bilhete terá o custo de R$ 2,00.

O restante dos ingressos será oferecido para o público em geral.

Saúde e Cultura marcaram a programação do Dia do Idoso

A manhã sábado, 25 de setembro, foi marcada por diversas atividades na Praça Mercês. Em comemoração ao Dia Nacional da Pessoa Idosa, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria da Saúde e Fundação Afif, realizou diversas atividades ligadas à cultura e saúde.

As ações iniciaram pela manhã, com apresentação do Coral Vertente de Prata, no Auditório da Fundação Afif. Após, os presentes puderam participar de uma conversa sobre os serviços oferecidos pela Secretaria da Saúde aos idosos do município.

As atividades seguiram logo após, na Praça das Mercês, com vacinação, distribuição e preenchimento da carteira do idoso, aferição de pressão arterial, coleta de testes rápido de HIV, sífilis e hepatites, credenciamento no projeto São Sepé Sorridente e exercícios.

A programação teve como objetivo, fortalecer as ações preconizadas pelo Ministério da Saúde relacionadas à saúde da pessoa idosa.





Cerca de 500 jovens marcham pelo clima em São Sepé

São Sepé foi uma das 857 cidades do mundo – e única do Rio Grande do Sul, a sediar a Marcha Global pelo Clima (evento que reuniu milhares de jovens em todo o mundo, nesta sexta-feira, 24 de setembro).

Organizada pelo grupo de jovens ativistas Eco pelo Futuro, em parceria com a Administração Municipal, Movimento São Sepé Sustentável e a ONG de campanhas globais 350.org, a mobilização atraiu ativistas de vários pontos do estado, que optaram por se concentrar em São Sepé para enviar um recado anticarvão e pró-clima aos políticos gaúchos.

“O tema das marchas deste ano foi ‘descolonize o sistema’, e a gente vê que ainda há governantes que acreditam na lógica colonial de extrair o carvão, exportar tudo e deixar para a comunidade só os problemas de saúde e as migalhas do lucro das mineradoras. Como jovens gaúchos, estamos defendendo uma lógica diferente para o estado, de geração de oportunidades sustentáveis e ganhos para todos”, explica Renata Padilha, do Eco pelo Futuro.

A participação no clube global de cidades que atuam pelo clima não é novidade para São Sepé. Em 5 de junho deste ano, o município tornou-se o segundo do Brasil e o primeiro da Região Sul a reconhecer a emergência climática, com apoio técnico da 350.org.

A declaração de emergência se deu por um decreto da Prefeitura, que estabeleceu o compromisso municipal de promover a transição para uma economia livre de combustíveis fósseis e o investimento em mitigação e adaptação às mudanças do clima.

Tanto o decreto quanto a Marcha pelo Clima ganham ainda mais destaque por marcarem uma oposição declarada à tradicional escolha de municípios do interior gaúcho pelo incentivo à atividade carvoeira.

“Passou da hora de o Sul do Brasil investir seriamente em uma transição para as economias do futuro. Não dá para continuarmos apostando em uma energia do século 18, que já provocou tantos danos às pessoas mais vulneráveis, enquanto o mundo corre para desenvolver energias limpas, turismo de base comunitária, agricultura sustentável e uma série de outras soluções”, afirmou o prefeito de São Sepé, João Luiz Vargas.

“Em um cenário global totalmente desfavorável ao carvão, a Marcha pelo Clima em São Sepé serviu para mostrar que é crescente a parcela da população gaúcha que apoia a desvinculação do estado dessa indústria ultrapassada e nociva”, explicou Renan Andrade, organizador de campanhas da 350.org.

Além de São Sepé, houve marchas pelo clima em pelo menos 25 cidades brasileiras, incluindo capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Aracaju, Fortaleza e Belém, e cidades do interior, como Uberlândia (MG), Altamira (PA) e Pacajá (PA), Caicó (RN) e Teresópolis (RJ). As mobilizações foram organizadas pelo Fridays for Future e outros coletivos jovens. No mundo todo, foram registradas ações pelo clima em mais de 1300 locais.





Programa Pavimenta RS

Na manhã desta quinta-feira, 23, o Prefeito João Luiz Vargas, acompanhado do Diretor do Escritório de Desenvolvimento, Leandro Gonçalves, estiveram na Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios do Governo do Estado. Com o diretor da Secretaria, Guido Bamberg, trataram do programa Pavimenta RS onde o município pleiteia recursos para pavimentar o acesso até o Bairro Zenari.

No encontro, ficou definido que o Secretário da Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios, Luis Carlos Busatto, virá à São Sepé no início do mês de outubro para conhecer o trecho a ser pavimentado, além de cumprir agendas políticas.

Administração Municipal promove ações e cria espaços de referência para atender à comunidade

Com o intuito de dar mais atenção aos bairros do município, a Administração Municipal, através do Escritório de Cidadania, promove ações e cria espaços de referência para atender à comunidade – um exemplo desse trabalho começou a ser realizado recentemente na Cristo Rei, onde a equipe da Prefeitura produziu e distribuiu mais de 130 porções de sopa para os moradores, na última sexta-feira, 17.

O espaço utilizado para o Centro Social é a antiga Casa da Criança, através de uma parceria do escritório com a Paróquia Nossa Senhora das Mercês.

A ação será realizada novamente amanhã, 24, e a comunidade pode se cadastrar para receber a sopa das 14h às 17h. Serão confeccionadas 150 porções.

No local, representantes do escritório estarão recebendo demandas da comunidade e convidando-a para cursos oferecidos para a população, através da Ação Social: Costura, culinária, confecção de sabão e confecção de rapaduras.

O convite também será feito para aqueles moradores do bairro que desejarem participar do projeto hortas comunitárias. Conforme números de inscritos, serão elaboradas as aulas e organizado o espaço. “Ouvir as pessoas e buscar soluções e oportunidades é o nosso papel enquanto gestores”, destacou o Diretor do Escritório, Paulo Nunes.

O trabalho de reciclagem de plásticos começa pela seleção

O trabalho de reciclagem de plásticos começa pela seleção – realizado pelo grupo de trabalhadores do Centro de Triagem. Lá, o material é separado pelo tipo e cor.

Após, é realizada a moagem e trituração, que reduz o volume do material e melhora o preço dos materiais na comercialização direta com as indústrias de reciclagem.

“Esta inovação tecnológica é uma realidade para o Centro de São Sepé e ajuda os trabalhadores do município “, destacou Pedro Renato, gerente do Escritório de Desenvolvimento.

Boletim Epidemiológico do dia 22 de setembro

 

São Sepé completa mais uma semana sem aumento no número de casos ativos de Covid-19 e zera o número de pacientes internados.

Vamos nos cuidar.

– use sempre máscara

– lave bem as mãos

– use álcool em gel

– esteja em espaços bem ventilados

Descrição de imagem: a arte apresenta os dados do boletim epidemiológico do dia 22 de setembro. São eles:

Casos em monitoramento: 20

Pessoas em ciclo de monitoramento concluído: 9.493

Total de testes realizados: 9.701

Total de resultados negativos: 7.621

Total de casos positivos: 2.083

Óbitos: 62

Pacientes internados: 00

Curados: 2.019

Casos ativos 02

Vacinas aplicadas 28444

Revitalização de espaços públicos

A Prefeitura Municipal, por meio do Escritório de Desenvolvimento, deu inicio à um trabalho de revitalização da Praça Débora da Silva Marques – popularmente conhecida como Pracinha da Corsan. A ação inclui reforma dos brinquedos, troca da tela e pilares que cercam o local e melhoria na acessibilidade.

Este é o primeiro espaço público de São Sepé a passar pelo processo de recuperação. O objetivo é concluir a obra em outubro e reabrir o local para a comunidade. Após, o trabalho seguirá em outros pontos da cidade.

Para o diretor do escritório, Leandro Gonçalves, é importante o investimento em espaços para lazer e convívio dos munícipes. “Além desta, outras praças do município serão revitalizadas com brinquedos novos e uma reforma geral da estrutura para que a população possa ocupar esses espaços públicos com mais conforto e segurança”, destacou.


Contagem regressiva para a Marcha pelo Clima de São Sepé

Na sexta-feira, dia 24 de setembro, São Sepé irá marchar em prol de um futuro mais saudável. A Marcha Global pelo Clima é um movimento que ocorrerá em diversos locais do mundo – no Rio Grande do Sul, o município foi o local escolhido para a manifestação, por ter se tornado um berço da transição climática, quando assinou o Decreto de Emergência Climática, em junho deste ano.

A programação terá início a partir das 12h, com concentração na Praça Nossa Senhora das Mercês. No local, serão realizadas inscrições de falas, criação de plaquinha de manifestação e um bate papo com o pessoal do Eco pelo Clima e os demais parceiros de luta que estarão presentes.

Às 15h terá início a marcha, em direção ao Parque Ambiental da cidade.

Vem com a gente lutar pelo único planeta que temos!  Pega a tua máscara, teu álcool em gel, a tua plaquinha e vem com a gente!! 

Imagem completa: